Ir para o conteúdo

O que é cibersegurança e como proteger os dados da sua empresa

A todo momento, estamos sujeitos a ataques de criminosos virtuais que desejam usufruir de algum dado particular para benefício próprio ou por motivo de extorsão.

Segundo dados de 2020, ocorreram no Brasil mais de 8,4 bilhões de tentativas e ameaças de ciberataques, representando mais de 20% dos casos registrados em toda a América Latina.

Quanto mais a tecnologia evolui, mais as práticas desses cibercriminosos também se aprimoram, por isso é preciso entender o que é cibersegurança e como fazer a proteção dos dados da sua empresa.

O que é cibersegurança

A cibersegurança trata-se das práticas aplicadas na proteção de hardwares, softwares, servidores, dispositivos (mobile, desktop, tablet, etc.), sistemas, redes e dados contra ataques cibernéticos.

Não somente, a cibersegurança também comporta estratégias, testes, atualizações de software (patches) e especialistas capacitados para prevenir, identificar, corrigir e mitigar qualquer ameaça que a empresa esteja sujeita a sofrer, tentando pensar sempre à frente dos cibercriminosos.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) já faz parte da realidade da cibersegurança no Brasil, buscando garantir a proteção e privacidade dos dados de usuários utilizados pelas empresas.

Além disso, a cibersegurança pode ser aplicada em diversos tipos de contextos, promovendo algumas categorias comuns, como por exemplo:

  • Segurança de apps;
  • Segurança da informação;
  • Gestão de crise;
  • Educação do usuário;
  • Segurança de rede;
  • Segurança operacional.

5 dicas de como fazer a segurança de dados da sua empresa

Veja algumas dicas importantes para garantir a proteção de dados da sua organização:

  • Faça uma análise de vulnerabilidade: trata-se de uma providência que consiste na busca e classificação de falhas na infraestrutura dos sistemas;
  • Faça uma gestão de identidade: essa prática permite que gestores otimizem as configurações de infraestrutura da rede e mantenham os acessos a ela sempre sob controle;
  • Faça um plano de gestão de crise: saber quem acionar para “apagar o fogo”, quem vai falar com a imprensa, por exemplo. Faça estudos de casos para entender cada elemento que fará parte dessa gestão.
  • Eduque seus colaboradores: treine sua equipe e evite erros básicos de segurança, ensinando a como utilizar senhas fortes e desenvolvendo um mindset voltado à proteção tanto de dados
  • Tenha uma boa gestão de sistemas: sempre aplique o chamado Hardening, que são as políticas de segurança focadas em garantir que o banco de dados esteja preparado para receber ataques.

Quer saber mais sobre tecnologia?

Fique por dentro das novidades do mercado

Assine a nossa newsletter e fique por dentro de tudo que há de novo em aplicações, performance, segurança e tecnologias.

Quer suas aplicações com qualidade, performance e segurança na velocidade que seu negócio precisa?

Fale com nossos especialistas

Partners